Revista de Pediatria SOPERJ

ISSN 1676-1014

Logo Soperj

Volume: 6.1 - Junho 2005 - 5  Artigos

Editorial

1 - Histórias do Brasil

Clemax Couto Sant'Anna

Revista de Pediatria SOPERJ - V.6, Nº1, p3, Junho 2005

PDF PT


Revisões em Pediatria

2 - Síncope no paciente pediátrico

Syncope in the pediatric pacient

Paula C. Chicralla; Camila Q. Guedes; Marçal Carvalho Jr.; Eduardo Jorge C. da Silva; Maria de Fátima M. P. Leite

Revista de Pediatria SOPERJ - V.6, Nº1, p4-9, Junho 2005

Resumo PDF PT

INTRODUÇÃO: até 15% das crianças e adolescentes apresentam pelo menos um evento de síncope entre 8 e 18 anos de idade. Antes de 6 anos de idade,a síncope é incomum, exceto no contexto de distúrbios convulsivos, perda de fôlego e arritmias cardíacas primárias. O sintoma síncope é responsável por, aproximadamente, um em 2 mil atendimentos de emergência em pediatria. Sua incidência em crianças e adolescentes, em acompanhamento médico, é de 0,125%, sendo mais freqüente em meninas, com pico entre 15 e 19 anos. Em muitos casos, mesmo após extensa avaliação, a causa permanece indeterminada. Apesar de benigna na maioria das vezes, a síncope gera ansiedade e insegurança ao paciente, à família e ao meio em que vivem(1).
OBJETIVO: abranger os principais tipos de síncope, resumindo suas principais causas, diagnóstico diferencial, avaliação do paciente e tratamento.
MÉTODOS: revisão bibliográfica através do MEDLINE e levantamento dos melhores artigos de revistas brasileiras no período de 1994 a 2004.
CONCLUSÃO: A síncope é recorrente em cerca de 35% dos casos,a maior mortalidade está presente na síncope cardiovascular.


Palavras-chave: síncope, crianças e adolescentes, morte súbita

3 - Sucção não nutritiva em recém-nascidos pré-termos

Nonnutritive sucking in preterm infants

Adriana D. Rocha; Maria E.L.Moreira

Revista de Pediatria SOPERJ - V.6, Nº1, p10-15, Junho 2005

Resumo PDF PT

O presente trabalho apresenta, através de revisão de literatura, algumas informações sobre o uso da sucção não nutritiva em recém-nascidos pré-termos.Tal estudo torna-se valioso para analisar a efetividade de tal técnica, que é muito utilizada nos berçários. Foi realizado o levantamento bibliográfico nos bancos de dados LILACS, MEDLINE e SCIELLO.


Palavras-chave: sucção, sucção não nutritiva, pré-termos

4 - Tumor carcinoide de pulmão - revisão

Pulmonary carcirroid tumor - revision

Alessandra Nunes da Fonseca; Roberta Costa Palmeira Neves; Luciane Alves; Clemax Couto Sant'Anna; Maria de Fátima Pombo March; Sidnei Ferreira

Revista de Pediatria SOPERJ - V.6, Nº1, p16-18, Junho 2005

Resumo PDF PT

OBJETIVO: revisão bibliográfica sobre os tumores carcinóides pulmonares e enfatizando quando suspeitar desta neoplasia na faixa etária pediátrica.
FONTE DE DADOS: Análise da literatura através do Medline.
CONCLUSÕES: Apesar de raros, os tumores carcinóides pulmonares devem ser lembrados na infância e adolescência principalmente nos quadros de pneumonias recorrentes de mesma localização com manutenção de imagem radiológica residual e após descartadas outras doenças mais comuns.


Palavras-chave: carcinóide brônquico; neoplasia pulmonar, criança, adolescentes

5 - Endoscopia respiratória pediátrica

Pediatric respiratory endoscopy

Ana C.B. Domingues; Rosanna V. Mannarino; Flavio S. Souza

Revista de Pediatria SOPERJ - V.6, Nº1, p19-23, Junho 2005

Resumo PDF PT

OBJETIVO: A endoscopia respiratória vem sendo cada vez mais indicada para o diagnóstico e terapia das doenças respiratórias pediátricas.O presente artigo tem como principal objetivo detalhar informações sobre o exame a fim de ampliar o conhecimento do pediatra, que na maioria das vezes é o solicitante do exame.
MÉTODO: Revisão da literatura (1985 a 2004 ;Medline) e descrição da experiência pessoal.
RESULTADO: Oconhecimento dasindicações,contra-indicações,complicações e,informações sobreatécnicadaendoscopiarespiratória,poderápermitirqueopediatra faça umaindicação mais precisa, além de fornecer uma melhor orientação aos pais sobre este procedimento.
CONCLUSÃO: A laringotraqueobroncoscopia é uma técnica de fácil utilização, que quando realizada sob condições ideais oferece baixos índices de complicações, o que justifica a sua importância como método diagnóstico e terapêutico das doenças respiratórias pediátricas.


Palavras-chave: sucção, sucção não nutritiva, pré-termos